Comprovação Científica do Efeito Terapêutico

Entenda como foi comprovado que o som e a vibração das taças Peter Hess® promovem um estado de relaxamento rápido e profundo, promovendo diversos benefícios à saúde.

Comprovação Científica 

Desde 1988 os cientistas russos Drs. Potalska e Potalski, da Escola Superior de Posen na Polônia, vêm estudando o efeito terapêutico das taças de som desenvolvidas e produzidas pelo alemão, engenheiro físico e pedagogo Peter Hess® e chegaram à conclusão de que elas alcançam o resultado positivo pretendido para o organismo.

Foi comprovado que o som e a vibração das taças promovem um estado de relaxamento rápido e profundo, trazendo benefícios no equilíbrio físico e psicoemocional.

A investigadora do som alemã, Dra. Christina Koller, doutora em Sociologia e Pedagogia e, na sua tese de doutorado, desenvolveu o tema: 

“Utilização dos sons em áreas de trabalhos pedagógicos, partindo do estudo da Pedagogia do Som segundo Peter Hess®”.

Em conjunto com a Associação Europeia de Terapia de Massagem de Som e o Instituto Peter Hess®, desenvolveu uma investigação científica sobre a gestão do estresse e percepção da imagem corporal.

A experiência gerou a primeira evidência dos efeitos da Massagem de Som básica Peter Hess®, cujos resultados, surpreendentes, abriram caminho para outras investigações no âmbito da terapia, para manutenção da saúde e prevenção de doenças, e da pedagogia.

Foram realizadas cinco sessões de Massagem de Som Básica Peter Hess®, 1 vez por semana, durante cinco semanas seguidas, em 201 pessoas de várias idades e de vários países, nenhuma delas apresentava qualquer tipo de doença física ou psíquica, e sem conhecimento prévio dos efeitos da massagem de som.

Os indicadores foram medidos antes e depois do período das massagens e, o acompanhamento foi feito durante cinco 5 semanas após terem sido finalizadas as sessões, para analisar os efeitos das 5 massagens recebidas.

Essa intervenção teve resultados positivos no gerenciamento do estresse e da imagem corporal, e não se registrou qualquer efeito negativo.

Para a Dra. Christina Koller, o surpreendente foi o fato dessas medidas negativas terem continuado a diminuir durante a etapa de acompanhamento, o que comprova que as alterações verificadas após as cinco sessões, além de positivas, foram duradouras.

 

Devemos lembrar que as terapias complementares não substituem os cuidados médicos. Procure o seu médico regularmente, faça exames periódicos para obter diagnósticos e prescrições de acordo com o seu caso.

QUER SABER MAIS? ENTRE EM CONTATO

Share This
Abrir batepapo
Olá!
posso ajudar?