Comprovação Científica do seu Efeito Terapêutico

Desde 1988 os cientistas russos Drs. Potalska e Potalski da Escola Superior de Posen na Polônia vêm estudando o efeito terapêutico das taças de som da produção Peter Hess, e chegaram…

Desde 1988 os cientistas russos Drs. Potalska e Potalski da Escola Superior de Posen na Polônia vêm estudando o efeito terapêutico das taças de som da produção Peter Hess, e chegaram à conclusão que elas alcançam o resultado pretendido no organismo.

Foi comprovado que o som e a vibração das taças promovem um estado de relaxamento rápido e profundo, além de trazerem benefícios psicológicos, emocionais, energéticos, fisiológicos, neurológicos e físicos.

A investigadora do som alemã Dra. Christina Koller é Doutorada em Sociologia e Pedagogia, tendo sido a sua tese subordinada ao tema “Utilização dos sons em áreas de trabalho pedagógicas, partindo do exemplo da Pedagogia do Som segundo Peter Hess”.

Ela apresentou em Portugal o resultado de uma investigação da Associação Européia de Terapia de Massagem de Som, em cooperação com o Instituto Dra. Tanja Grotz, sobre a gestão do stress e imagem corporal.

É a primeira evidência empírica dos efeitos da Massagem de Som básica Peter Hess, cujos resultados surpreendentes abriram caminho para investigações futuras no âmbito da prevenção da doença, da pedagogia e da terapia.

Foi feita uma intervenção que se constituiu da aplicação de 5 sessões de Massagem de Som básica Peter Hess  1 vez por semana, por 5 semanas, em 201 pessoas de várias idades e de vários países, nenhuma delas apresentando qualquer tipo de doença física ou psíquica, e sem nenhum conhecimento prévio da Massagem de Som.

Os indicadores foram medidos antes e depois do período de massagens e o follow up aconteceu 5 semanas depois (período sem massagens) para analisar os efeitos das 5 massagens anteriores.

A intervenção com a Massagem de Som Básica Peter Hess apresentou efeitos positivos ao nível da gestão do stress e da imagem corporal, e não se registrou qualquer efeito negativo.

Mas para a Dra. Christina Koller, surpreendente foi o fato das medidas negativas de gestão do stress continuarem a diminuir no follow up efetuado após o período de intervenção, o que comprova que as alterações verificadas após as cinco sessões além de positivas foram duradouras.

DEVEMOS LEMBRAR QUE AS TERAPIAS COMPLEMENTARES NÃO SUBSTITUEM OS CUIDADOS MÉDICOS. PROCURE O SEU MÉDICO REGULARMENTE, FAÇA EXAMES PERIÓDICOS PARA OBTER DIAGNÓSTICOS E PRESCRIÇÕES DE ACORDO COM O SEU CASO.

****************************************************************************************************

Informações retiradas do livro Taças Tibetanas, a cura pelo som, de Ingrid Ortelbach (Editora Ariana, Portugal), do artigo de Carlos Canão “Massagem de Som com Taças Tibetanas Método Peter Hess“ publicado na Revista FENACERCI 2010, dos sites da Academia Peter Hess Portugal (http://peter-hess-academy.com.pt/) e do Peter Hess Institut (http://www.peter-hess-institut.de/) na Alemanha.

****************************************************************************************************

Quer saber mais? Entre em contato!

Share This